quinta-feira, 4 de abril de 2013

TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO SOBRE PRECONCEITO LINGUÍSTICO - 3º A

A linguagem como meio de manifestação” O preconceito linguístico tem sido motivo de debates e discussões, já que muitos acreditam que a linguagem deve seguir os padrões ortográficos, assim como a escrita. Entendemos por “preconceito”, um conceito formado previamente, quer favorável ou desfavorável, a respeito de alguma pessoa, ser ou assunto, sem um motivo e uma razão estabelecida. O ponto de origem ao preconceito da linguagem está associado ao domínio da norma culta de determinadas pessoas que criam mitos a respeito da “correta maneira de falar” e disseminam isso na sociedade. Esse é um lamentável fato, já que mesmo nas escolas, local onde deve-se principalmente ensinar o respeito a todo tipo de diversidade, é frequente esse tipo de preconceito. Ocorrências como essa também são notórias nos veículos de comunicação como jornais e revistas, rádios e televisão; pois constantemente valorizam apenas o linguajar baseado na ortografia e nas palavras apresentadas pelo dicionário. Essa afirmação também é feita por Marcos Bagno, Doutor em Filologia e Língua Portuguesa pela USP. Devemos compreender que a linguagem é um meio de manifestar características pessoais, regionais e culturais, sendo que reflete o grupo, nível social e idade que o indivíduo apresenta. É necessário respeitar a diversidade linguística, porque ela apresenta suas próprias características e é responsável por compor a identidade de cada pessoa e grupo, sendo que para ser rica não precisa estar baseada somente na gramática, visto que sua preciosidade está na variedade que possui. Maria Carolina Oliveira. M. Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.